quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Por que devemos começar a nos preparar para o fim do e-commerce

CEO do Grupo Reserva, Rony Meisler, reflete sobre o impacto da internet no varejo e como novas tecnologias devem revolucionar a nossa relação de compra no futuro



O texto é longo, mas antes de qualquer julgamento de valor a respeito da minha sanidade mental, peço que leia até o fim. Ok?! Vamos lá.


Muita gente fala que a loja física morreu. Ou pior: que a internet matou a loja física. Mentira!


Se você é lojista como eu e usa a internet como desculpa para uma possível queda nas vendas, lamento lhe dizer, você está se enganando. O culpado é você. A internet não matou a sua loja física, ela matou a VENDA ESPONTÂNEA na loja física.


Explicando...Em um passado não muito distante a equação era simples:


DINHEIRO PARA PROPAGANDA + ESTOQUE RECHEADO (OFERTA) = DEMANDA NAS LOJAS E VENDAS.


Em resumo, quem tinha mais dinheiro para comprar propaganda ganhava o jogo. Aí veio a internet, deu o acesso a informação e transformou todos nós em mídia.


Antes de procurarem a loja física, os reviews, ratings, instagram, facebook, twitter, wikipedia e etc., viraram fontes gratuitas de consultas para os consumidores. Se antes da internet o interesse do consumidor precisava ser comprado, depois da internet ele precisa ser conquistado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário