quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Com superávit de R$ 434 mi, contas externas têm o melhor setembro em 10 anos

De acordo com o Banco Central, no acumulado dos 12 meses até setembro deste ano, o saldo de investimento estrangeiro ficou em US$ 83,397 bilhões, o que representa 4,18% do Produto Interno Bruto (PIB)






Após o déficit de US$ 302 milhões em agosto, o resultado das transações correntes ficou positivo em US$ 434 milhões em setembro, informou nesta quinta-feira, 26, o Banco Central (BC). A instituição projetava para o mês passado superávit em conta de US$ 300 milhões. O superávit registrado representa o melhor resultado para setembro desde 2007, quando houve superávit de R$ 481,5 milhões. 


O número ficou dentro do levantamento realizado pelo Projeções Broadcast, que tinha intervalo de déficit de US$ 1,543 bilhão a superávit de US$ 1,297 bilhão (mediana negativa de US$ 100 milhões). A estimativa do BC, atualizada no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de setembro, é de que o rombo externo de 2017 seja de US$ 16,0 bilhões. Para 2018, a projeção do BC é de déficit de US$ 30,0 bilhões.


A balança comercial registrou saldo positivo de US$ 4,918 bilhões em setembro, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 2,879 bilhões. A conta de renda primária também ficou deficitária, em US$ 1,995 bilhão. No caso da conta financeira, o resultado ficou no azul em US$ 945 milhões.


No acumulado do ano até setembro, o rombo nas contas externas soma US$ 2,706 bilhões. 


Leia mais aqui . 

Nenhum comentário:

Postar um comentário